Tá difícil ser adolescente?


Você tem medos bobos e coragens absurdas? Sente que suas emoções estão “ à todo vapor" e à " flor da pele "? Acha que está em crise, vai das lágrimas ao riso num minuto? Está com humor inconstante? Agora quer e logo não quer mais ?

Calma.

Talvez se começar a entender um pouco o que, de fato, está acontecendo, você se sinta mais aliviado.

Tudo isto é bem complexo, mas vou tentar explicar resumidamente:

Duas mudanças importantes estão acontecendo :

  1. Alterações físicas e emocionais causadas pelos benditos " hormônios".

  2. Alterações nos circuitos cerebrais, menos conhecido, mas não menos importantes.

Estas alterações cerebrais, incluem uma “poda neural”, termo usado pelos especialistas para explicar que ocorre a " morte de circuitos neurais “ usados na infância mas que não serão mais utéis na nova fase de vida adulta que se apresenta.

Esta ”poda “ resulta numa remodelação cerebral, que começa aos 12 anos e se estende até mais ou menos 24 .( e pode ser afetada por drogas e álcool).

Ela é também responsável por importantes mudanças na maneira como o adolescente funciona e por uma série de desafios que vão surgir.

Entende agora porque as coisas estão tão difíceis ai dentro?

Todas estas alterações ( hormonais e cerebrais ) vão gerar basicamente 4 comportamentos bem característicos do jovem :

  1. Busca por Novidades;

  2. Engajamento Social;

  3. Aumento da Intensidade Emocional;

  4. Exploração Criativa.

Tudo isto, junto e misturado, se BEM APROVEITADO e DIRECIONADO carrega um enorme potencial positivo. Usado de maneira eficaz este potencial cria diversas possibilidades, levando à questionamentos poderosos sobre quem é você e em quem quer se transformar: uma nova compreensão sobre si próprio muito importante e valiosa.

Na mesma proporção, esta fase apresenta RISCOS dentro dos 4 aspectos mencionados anteriormente:

1- O impulso pelo novo e a ânsia de viver e experimentar tudo de formas diferentes : enfatiza a emoção mas minimiza as consequências, pode levar o jovem à viver experiências que nem sempre ele consegue lidar ou suportar, as vezes colocando sua vida e a de outros em perigo.

2- A busca de relações sociais e o desejo de fazer parte de " grupo" à qualquer preço: o afastamento dos pais , que é um vínculo fundamental.

3- Emoções intensas: impulsividade, agir sem pensar.

4- A exploração do seu universo criativo - perda de direção, falta de propósito, crises de identidade.

Como você vai viver este momento É UMA ESCOLHA SUA, que pode trazer impactos positivos na sua vida ou consequências desastrosas para seu futuro.

O que você escolhe ?

*Se você é jovem 15+ , gostou deste texto, se interessou pelo assunto, e quer saber mais sobre RODAS DE CONVERSA COM JOVENS mande um e-mail para atendimento.renatatabithcoaching@gmail ou entre em contato pelo celular F: 999881694.

* Se você quiser ler meus textos, inscreva-se no espaço abaixo. Vou adorar compartilha-los com você!

Ref. Bibliográficas

- BRUNO NETO, Rafael, Neuropsicologia: o desenvolvimento da consciência, aprendizagem e transtornos – 2007

- GIEDD-, Inside the teenager brain

- REVISTA PSIQUE, Adolescência: o drama de uma idade

Notícias em Destaque

Noticias Recentes